Posts Tagged ‘Michael Bay

24
Nov
09

Transformers: Revenge of The Fallen (2009)

Revenge is coming.

Revenge is coming.

Há uns meses atrás, o meu amigo páscoa, que lança foguetes nas festas populares e que de vez em quando faz uns trabalhos para a malta do cinema, ligou-me a dizer que um tal de Miguel Gay (lol), lá da terra das laranjas, lhe fez uma encomenda de 14 toneladas de fogo-de-artifício, para uma curta metragem que iria fazer. Perguntei-lhe se não era para o filme Trasformers: Revenge of The Fallen, ao que me respondeu que essa encomenda era 14 milhões maior. Após ser sujeito a tortura, desde as quais digo que me queriam fazer o mesmo que ao Daniel Craig no Casino Royale ou assistir a uma maratona de filmes do Cantinflas, só me sujeitei a ver este filme após ameaças sérias de não tornar a ver filmes de Uwe Boll. Para começar temos bastantes momentos humorísticos durante os 150 minutos de fita. Desde ver a mãe drogada no Campus Universitário, ao regresso aclamado de John Turturro, várias são as vezes que o sorriso nos aparece na face. Mas pelo contrário, todo o fogo-de-artifício utilizado é pouco para o que se vê em ecrã. O Egipto resistiu a Alexandre, o Grande, a Aníbal, a Júlio César ( o Romano, não o Brasileiro), a Hitler e até ao 007 de Roger Moore, mas não resistiu a Michael Bay. É vê-lo a arrebentar com pirâmides, casa típicas, monumentos históricos. E não satisfeito, polui oceanos com lixo que esta nos porta-aviões, bota fogo a florestas, arrebenta com universidades. Pelos vistos este homem tem um complexo de rebentar. É feliz quando estoira com alguma coisa. Ouvi dizer que o governo egípcio já pôs um prêmio sob a cabeça de Bay, dois camelos e três bolas de cuzcuz. Acreditem ou não, na invasão por parte das tropas dos U.S.A. em areias do país das Pirâmides, vi um chaimite tuga. Ainda falam dos filmes do Uwe Boll, ponham mas é os olhos nisto. Razão tinha o Shia para andar a fazer caricaturas sobre o poster de Bad Boys II. De Michael Bay, com Shia LaBeouf, Megan Fox, Josh Duhamel, Tyrese Gibson, John Turturro, Ramon Rodriguez, Kevin Dunn, Julie WhiteIsabel Lucas, John Benjamin Hickey, Matthew Marsden, Andrew Howard, Michael Papajohn, Glenn Morshower e John Eric Bentley.

Oh Bay, que granda foguete que aqui arrebentou. Foi Pólvora a mais, disse-me agora o tio Páscoa

Oh Bay, que granda foguete que aqui arrebentou. Foi Pólvora a mais, disse-me agora o tio Páscoa

Bay Sucks

Bay Sucks

Reblog this post [with Zemanta]
Anúncios
27
Mar
09

Transformers (2007)

transformers_movie_poster_new

Vocês acreditam que este filme com latas de sardinhas foi até agora o maior sucesso de bilheteira do Michael Bay. Só na Ásia foi recorde de bilheteira durante semanas. Deve ser derivado a terem os olhos tipo grão de arroz. Eu vi a série de animação quando era puto, derivado também que era aquilo que tinha para ver. Agora gastar 48 dias para fazer a cena de 48 segundos em que um camião se transforma em Optimus Prime, sejamos sinceros, poderiam gastar este tempo em melhorar o argumento. O cubo (não aquele do filme de Vicenzo Natali, nem aquele dos Cenobitas) é a fonte de energia destas gigantescas latas e vá se lá saber, vêm parar a Terra (não a Marte, não a Saturno, não a um planeta onde Judas perdeu as botas, mas mesmo aqui). E o robot chefe vilão Megatron (voz de Hugo Weaving) segue a fonte principal do poder dos enlatados até ao nosso planeta, ficando preso no árctico. Assim, isto vai provocar que a cambada de ferro-velho venha parar ao nosso planeta, uns com o intuito de devorar os nossos recursos naturais, outros com o intuito de nos defender dos atrás referidos. A partir daqui começa o festival de efeitos especiais feitos em Spectrum 48k. E é vê-los a fazer perseguições, a arrebentar cidades e afins, tudo aquilo que o Mr. Bay já nos têm habituado. Juntem todo o fogo-de-artifício, toda a pólvora que já viram nas quatro purgas que foram retratadas nestes dias e nem chegam a metade do festival pirotécnico aqui visto. E como se não bastasse este ano temos a 2ª parte. Com as presenças em carne e osso de Shia LaBeouf, Megan Fox, Tyrese Gibson, John Turturro e Jon Voight e com a presença espiritual de Peter Cullen, Mark Ryan e Jimmie Wood. Se quiser ver é por sua conta e risco, mas depois não diga que nós não avisamos.

uwe-boll-finger-thumb-476x4703

Reblog this post [with Zemanta]
26
Mar
09

Bad Boys 2 (2003)

bad_boys_two_ver2

“…Prepare-se para a diversão total e para as cenas de perseguição mais alucinantes de sempre! A acção e a comédia nunca param quanto as super-estrelas Martin Lawrence e Will Smith se juntam, formando uma dupla de policias fora de controlo. Balas voam, carros chocam e gargalhadas explodem à medida que eles perseguem um barão da droga desde as ruas de Miami até aos bairros de cuba. Mas o verdadeiro fogo-de-artifício começa quando Lawrence descobre que o playboy Smith mantém um romance secreto com a sua sensual irmã (Gabrielle Union). Uma comédia do realizador Michael Bay e do produtor Jerry Bruckheimer…”
In capa de DVD Bad Boys 2

Pois é, depois de ter lido isto o que estão a espera? O orçamento dos filmes vistos anteriormente não chega para pagar os estragos que estes dois cop niggers fizeram. Eles conseguem rebentar com Miami toda. Excepto com as belezas é claro. É um festival de pólvora, seja em bala, seja em explosões. E como conseguiram rebentar com Miami e ainda não satisfeitos eis que os nossos rapazes vão para Cuba fazer mais uma festa com direito a explosões e ao desmoronamento de uma favela. Se isto tem piada, bem tirando a cena de dois ratos a fazer sexo, isto tem tanta piada como um elefante numa loja de porcelana ou ver o ultimo clássico do nosso Manoel de Oliveira. De aproveitar mesmo só as interpretações do nosso amigo Peter Stormare e do sempre divino Joe Pantoliano. Blockbuster my ass. Isto é cinema pipoca.

uwe-boll-finger-thumb-476x4702

Reblog this post [with Zemanta]
25
Mar
09

Pearl Harbor (2001)

pearlharborposter

E eis que Michael Bay e Jerry Buckheimer regressam depois de quase ter arrasado o planeta todo, para desta vez arrasar apenas uma ilhota. Não se deixem enganar pelo tamanho da ilhota, porque se pensam que quando um gajo quer rebentar com um planeta tem que usar mais explosivos (ou aquele raio da Death Star) do que para rebentar com 3 palhotas e 1 palmeira, estão completamente enganados. A quantidade de explosivos aqui usada pelo duo dinâmico é tão grande que desconfio que a Greenpeace lhes deve ter dado das boas a ouvir, confundindo as filmagens com aqueles ensaios nucleares no Pacífico. De resto é um blockbuster de Verão per se. O tema recorrente do patriotismo americano nos filmes de Bay está presente mais do que nunca, com bandeiras por tudo quanto é sítio (estamos em guerra afinal). O elenco como não podia deixar de ser é dos caros: Ben Affleck, Josh Hartnett, Kate Beckinsale, Cuba Gooding Jr., Alec Baldwin, Jon Voight, Dan Aykroyd, William Fichtner, Jaime King e os sempre bem aparecidos Colm Feore, Tom Sizemore e Ewen Bremner. O argumento mistura os ataques e a entrada na II Guerra Mundial dos E.U.A. com um romance triste dos protagonistas principais. Bay especializado em blockbuster de grande orçamento depois de gastar uns alegados $140 milhões a fazer o Armageddon até fez um desconto neste e reduziu o orçamento para uns $135 milhões. Só se foi no cachet dos actores porque no fogo preso não parece nada.

PS – Para os que pensam que é muito dinheiro gasto, estes filmes até renderam bem…só estas duas Bay Bombs fizeram cerca de mil milhões em todo o mundo.

uwe-boll-finger-thumb-476x470

Reblog this post [with Zemanta]
24
Mar
09

Armageddon (1998)

armageddon-poster-1Michael Bay e Jerry Bruckheimer trazem-nos esta orgia de explosões num filme catástrofe repleto de patriotismo americano e explosões. O elenco é extenso, de luxo e com muitas explosões: Bruce Willis, Billy Bob Thornton, Ben Affleck, Liv Tyler, Steve Buscemi, Will Patton, Michael Clarke Duncan, Owen Wilson, Peter Stormare, Keith David, William Fichtner, Jason Isaacs, Chris Ellis, Udo Kier, entre muitas outras explosões. O argumento é típico de filme catástrofe, um grupo de pessoas estranhas a um ambiente explosivo que é criado devido à catástrofe, que neste caso é um asteróide que vai colidir e explodir com a Terra, são obrigados pelo dever patriótico a impedir que isso aconteça e claro, salvar o planeta. Com muitas explosões. Jerry e Michael não pouparam nos foguetes para esta peça e começam desde o primeiro minuto a deitar fogo ao castelo. Imaginem a cena da feijoada de Blazing Saddles com acompanhamento visual explosivo durante mais de duas horas e andam lá perto. Uma verdadeira purga blockbuster como só este duo dinâmico nos podia trazer.

uwe-boll-finger-thumb-476x470

Reblog this post [with Zemanta]
23
Mar
09

Bad Boys (1995)

badboys

E vamos inaugurar o nosso espaço dedicado esta semana a Michael Bay, com o seu sucesso Bad Boys. Aviso que este filme tem gajas boas. Imagine um assalto, não a um banco, nem a um arranha-céus e muito menos a um aeroporto. É um assalto a uma esquadra de cops, de onde são levados  aproximadamente 100 milhões de dólares em cocaína tendo sido esta última apreendida pelos heróis de serviço. Marcus Burnett (Martin Lawrence) e Mike Lowrey (Will Smith) são os nigger cops, que fizeram a apreensão e agora terão de voltar a investigar quem se propôs a tão auspicioso assalto, devido a serem instigados pelo seu nervoso e irritante capitão Howard (Joe Pantoliano, como sempre, ao seu nível). Agora, imagine que um dos larápios decide dar uma pequena festa, com um dos pacotes de cocaína roubados e convida umas ladys para esta, que tem gajas muito giras. Até aqui tudo normal, até que começam as trocas e twists de argumento, desfile de gajas boas, explosões, tiroteios, mais explosões, mais umas tipas boas, e um final de cortar a respiração. Se estavam a espera que aqui contasse todo o argumento, sentem-se porque de pé vão se cansar. Nós aqui na redacção queremos que os vossos globos oculares delirem com o espectáculo visual, que o vosso córtex cerebral se dilate à procura da resolução para as situações delirantes, e que se babem com as gajas boas que aparecem na tela. Enfim, veja, reveja e chegue à sua conclusão.

uwe-boll-finger-thumb-476x4701

Reblog this post [with Zemanta]
22
Mar
09

5 Noites, 5 Purgas – Especial Michael Bay

michael_bay_2006

Como ainda não temos rubricas que cheguem vamos começar uma nova: 5 noites, 5 purgas. Nesta rubrica vamos durante a semana sujeitar as nossas cavidades oculares a serem sodomizadas à bruta por alguns dos melhores realizadores e actores do ofício. E para começar em alta com muitas explosões e fogo preso nada mais nada menos que um especial Michael Bay. Esperem para ver as bombas que vão rebentar durante a semana e não estranhem os estrondos quando abrirem o site.

Deixo aqui um vídeo para conhecerem melhor o senhor em causa. Um verdadeiro americano, mais, um verdadeiro californiano, nascido e criado em Los Angeles, oferece aqui algum “insight” à sua maneira de ser, de filmar, abordando temas do cinema em geral, sempre particularizando a sua cidade de sempre. Gosto bastante da parte em que ele diz que já não há crianças nas praias de Los Angeles como quando ele estava a crescer, e não sabe onde andam. Eu só assim naquela de resposta brusca diria que estão a ver os fantásticos filmes dele, mas isso é a minha opinião.

PS – Assusta-me saber que o Michael Bay tem uma “war room”

PSS – Pessoas que sofram de epilepsia ou sanidade mental deverão ter extremo cuidado a ler sobre estes temas (já nem digo ver). Não nos responsabilizamos por efeitos secundários causados.

Reblog this post [with Zemanta]



Setembro 2017
S T Q Q S S D
« Mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Useful Links