Posts Tagged ‘Lou Diamond Phillips

01
Ago
09

Monstros Sagrados de Férias com a Redacção do SHV

Uma vez que é Agosto, e muitos emigrantes regressam a Portugal, os Monstros Sagrados também foram de férias este mês, juntamente com a redacção do SHV para a paradisiaca ilha do Hammerhead.

Os monstros sagrados a curtir a noite no resort

Os monstros sagrados a curtir a noite no resort

Pelo meio, tivemos uma surpresa agradável, encontrámos Arnold Schwarzenegger, que tinha tirado uns dias de férias da não governação da California. Convidamos o rapaz para malhar uns copos com a malta mas ele não sei lá muito bem e o Sven acabou por ter que o ir por a casa.

Arnold, anda lá deixa as raparigas em paz, ainda lixas o esquema ao Bruce.

Arnold, anda lá deixa as raparigas em paz, ainda lixas o esquema ao Bruce.

Descobrimos também que todos eles são fãs de surf, bem todos menos o Sven, que disse que preferiu ficar no bungalow a tratar da sua dieta de frango com cerveja.

Os monstros foram à praia e aproveitaram para praticar surf

Os monstros foram à praia e aproveitaram para praticar surf

A especialidade culinária do Sven - Frango com cerveja

A especialidade culinária do Sven - Frango com cerveja

Reblog this post [with Zemanta]
27
Maio
09

Interface (1984)

Interface

Interface é um misto entre terror e comédia, o que indica que é aquele tipo de terror que dá para rir. No entanto é um marco histórico uma vez que marcou o início da brilhante e gloriosa carreira de Lou Diamond Phillips, aqui no papel de Punk #1. Aliás todo este projecto cheira a amadorismo e não é de admirar, uma vez que para além do nosso amado LDP também a maioria dos actores e o argumentista/realizador Andy Anderson estavam em início (alguns acabaram logo aqui) de carreira. Passemos então à história. John S. Davies é um professor de informática numa universidade no tempo do VAX/VMS e do Space Invaders nas arcadas. Descobre que um dos seus alunos (Michael Hendrix) foi assassinado e juntamente com a mulher do dito cujo (Lauren Lane) iniciam uma fuga à polícia, que os acha culpados, quando a verdade se esconde por trás de um estranho clube de hackers que gostam de se vestir com papel de prata e como a Dot Matrix do Spaceballs, ao mesmo tempo que usam a voz dos Cylons da Battlestar Galactica (“By your command!”) original. E esta rapaziada só queria fazer justiça e livrar a sociedade de criminosos…Vale a pena ver se gostarem mesmo muito de Lou Diamond Phillips (check) e se possuírem a capacidade de ver os 24 episódios originais de Battlestar Galactica enquanto tentam curar uma ressaca (check).

Nem com Glenfiddich 1937 isto marcha

Reblog this post [with Zemanta]
16
Maio
09

Absolon (2001)

absolon

De vez em quando também aparece um filme de baixo orçamento que é realmente mau. Absolon é um deles. Mas não por culpa dos actores que também devem ter sofrido bastante ao longo desta violação ocular. Absolon conta-nos a história de um futuro não muito distante (lembro-me de referirem a data 2014 pelo menos), onde um vírus que apareceu depois da destruição da floresta amazónica (que o mantinha preso!) dizima 5 mil milhões de pessoas da face da Terra. Os restantes caem sobre o domínio de uma empresa farmacêutica que fabricou um medicamento chamado Absolon para impedir que as pessoas morram. A economia e a sociedade alteram-se drasticamente ao ponto de as pessoas receberem horas de vida como moeda pelo trabalho, traduzida em doses de Absolon. Vamos lá a ver, um argumento destes até tinha pernas para andar se fosse bem aproveitado, no campo da ficção científica, mas o overacting, a mistura de antigo e novo, colocando alguma high tech aqui e ali com as coisas mundanas (e algumas realmente antigas como uma granada da 2ª Guerra Mundial!) falha redondamente em conseguir captar um ambiente pseudo-cyberpunk (só pode ser o que queriam da maneira que a Roberta Angelica anda vestida). Os actores esses são de um calibre altíssimo, Christopher Lambert é o detective que anda a investigar a morte de um cientista que supostamente descobriu a cura para o vírus e que tem a mania de disparar sem apontar e é fã de Torrente (por culpa do realizador, o galego David Barto que participou no departamento artístico de Torrente 2), Kelly Brook a cientista que o vai ajudar, Lou Diamond Phillips o assassino que anda atrás dele e Ron Perlman o líder da farmacêutica que domina o mundo apenas com um rato cromado na sua secretária e escritório gigante em mármore negro. Quando parecia que íamos ter o momento alto do filme com Kelly Brook a despir-se em busca de um dispositivo de localização, Christopher Lambert decide ter um momento de inteligência e descobre que o tinha no bolso, parando a menina em pleno acto. Não se faz.

Nem com Glenfiddich 1937 isto marcha


Reblog this post [with Zemanta]
03
Maio
09

La Bamba (1987)

la-bamba-poster01

La Bamba conta-nos a história do malfadado Ritchie Valens, o jovem californiano que vindo do nada tornou a música popular mexicana num hit de rocknroll no final dos anos 50. Lou Diamond Phillips é brilhante como sempre e carrega o filme juntamente com Esai Morales, que faz o papel do irmão, motoqueiro sempre metido em problemas. É provavelmente o papel mais marcante da carreira de Phillips, que muita gente apenas conhece como o gajo do La Bamba, e com razão pois nunca é demais dizer que se adaptou perfeitamente ao papel, mostrando a garra da música mais rebelde da década de 50. Graças a este filme Ritchie Valens teve a merecida homenagem e a honra de ter um senhor à altura para o encarnar no cinema. Para ajudar à festa há ainda Rosanna DeSoto, Elizabeth Peña, Joe Pantoliano, Sam Anderson e Brian Setzer entre outros.

Rapte a filha do projeccionista para arranjar uma cópia pirata

Reblog this post [with Zemanta]
01
Maio
09

Monstro Sagrado: Lou Diamond Phillips

loudiamondphillipsLou Diamond Phillips, ou simplesmente LDP, é um actor americano, que no entanto tem ascendente filipino, espanhol, britânico, havaiano, chinês, japonês e cherokee, numa mistura explosiva que lhe dar um ar que serve para fazer todo o tipo de papéis. Ficou conhecido na década de 80 com os sucessos La Bamba (1987), Stand and Deliver (1988) com o qual recebeu um Independent Spirit Award para melhor actor secundário e ainda uma nomeação para um Globo de Ouro. La Bamba aliás confunde-se com Lou “Crazy” Diamond, e é o mais conhecido filme dele, sem qualquer dúvida. Lou entrou também em grandes sucessos de Hollywood como por exemplo Young Guns (1988) e Young Guns II (1990) e Courage Under Fire (1996), mas é na divisão mais baixa em termos orçamentais que Lou dá cartas com sucessos como Bats (1999), Route 666 (2001), Red Water (2003) e o velhinho Interface (1984). Mas não só pelo cinema este homem se fica. Faz valer-lhe o curso de Drama que tirou na prestigiada Universidade do Texas em Austin e protagonizou algumas peças na Broadway, mais notavelmente The King and I, pela qual foi nomeado para o Tony para melhor actor em 1996, e ganhou o Theatre World Award e  o New York Outer Critics Circle Award for Outstanding Broadway Debut of an Actor.

O multifacetado Lou aventurou-se ainda na realização com dois filmes em 1994: Sioux City e Dangerous Touch que pouco sucesso fizeram. Sem desistir Lou regressa agora com um novo projecto feito para o canal Hallmark, esse poço sem fundo de grandes produções, com Love Takes Wing, que realiza e protagoniza, aproveitando ainda para meter a famelga toda no filme, (3ª mulher e as filhas).

De notar ainda um momento importante na carreira do senhor La Bamba, em 2001, quando contracenou novamente com o seu amigo das cóboiadas Kiefer Sutherland, na primeira temporada de 24, iniciando uma vigorosa dinastia de monstros sagrados na série que ainda hoje dura. Lou Diamond Phillips é de facto um actor que se multiplica em inúmeros papéis, seja o xerife da pequena cidade, seja o agente secreto ou o índio a cavalo. Está em todas as frentes e é um verdadeiro homem das artes merecendo daqui da redacção um grande bem-haja que nós cá esperamos as próximas bombas dele.

Reblog this post [with Zemanta]
20
Abr
09

Red Water (2003)

red-water

E para começarmos uma semana dedicada às criaturas no cinema de terror, nada melhor que aquela que muitos consideram ser ainda a mais eficaz e letal desde que Spielberg realizou Jaws. Desta vez Lou Diamond Phillips, a estrela deste filme feito para televisão, é um especialista em perfurações que vive no golfo do Lousiana, a bordo de um barco pesqueiro, afastado da sua especialidade devido a um passado trágico. Kristy Swanson, a Buffy do cinema, é a ex-mulher de Lou “Crazy” Diamond, uma bióloga enviada para acompanhar uma perfuração num rio do Lousiana para garantir que o ambiente não é afectado pelas acções da companhia petrolífera. No mesmo sítio anda um grupo de criminosos, liderados por Coolio, que visam recuperar uma mala com dinheiro perdida no fundo do rio há alguns anos. E é então que o nosso tubarão de água doce (um tubarão touro, aparentemente dão-se em água doce, e já aprendi qualquer coisa) começa a atacar com dentes (só dentes, não tem unhas) tudo o que mexe. Um filme surpreendentemente agradável, dado que a fórmula já está algo batida, reinventando-a de uma forma inteligente, tendo em conta que foi feito para televisão. E no fundo só por ter Lou Diamond Phillips já é recomendável.

Vale a pena deixar de ver a bola e a caneca da cerveja a aquecer para ver isto

Trailer: http://www.trailerfan.com/movie/red_water/trailer

Reblog this post [with Zemanta]
26
Fev
09

Route 666 (2001)

m

route666poster

Lou Diamond Phillips é a estrela deste filme de terror e acção onde o realizador William Wesley trabalhando com um orçamento baixo faz um excelente trabalho de reprodução das mesmas cenas vezes sem conta ao longo do filme, uma técnica popularizada por Jesús Franco e outros realizadores habituados a trabalhar com baixos orçamentos algumas décadas antes. Neste filme Lou Diamond Phillips no papel do agente Jack La Roca vai ter que juntamente com Lori Petty e Steven Williams combater zombies numa estrada amaldiçoada que foram forçados a seguir enquanto perseguiam um fugitivo. Nota ainda para o sempre bem vindo Sven-Ole Thorsen que tambem faz uma perninha aqui.

Vale a pena deixar de ver a bola e a caneca da cerveja a aquecer para ver isto

Trailer: http://movies.nytimes.com/movie/250575/Route-666/trailers

Reblog this post [with Zemanta]



Maio 2017
S T Q Q S S D
« Mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Useful Links