Posts Tagged ‘Demolition Man

04
Dez
09

Demolition Man (1993)

The future isn't big enough for the both of them.

O filme mais explosivo da ultima década. Dois animais da 7ª arte enfrentam-se num confronto mortal. Mas caso não saibam era para ser originalmente Steven Seagal no papel interpretado por Sylvester Stallone e Jean-Claude Van Damme para o papel de Wesley Snipes. Que filme brutal não daria. Mas o problema foi que Van Damme queria o lugar de Seagal e Seagal não quis fazer de vilão. Foram ambos afastados do projecto e foi feito um convite a Jackie Chan para o papel de vilão, que também recusou. Falando da obra, provavelmente o momento mais interessante do livro não aparece na fita, no momento em que Stallone encontra a filha a viver nos esgotos, protegida por um fantástico Denis Leary. De resto, o argumento baseia-se num policia de nome John Spartan (Stallone), que defende a lei a base de balas e de punhos. Do outro lado temos um criminoso brutal, de seu nome Simon Phoenix (Snipes) que espalha o terror por onde passa. Ao ser capturado no início do filme, Phoenix faz com que Spartan fique culpado da morte dos viajantes de um autocarro, provocando que Spartan seja condenado e posteriormente congelado criogénicamente. Passados 36 anos, Phoenix consegue libertar-se da prisão e começa a espalhar o terror novamente pela cidade. É então decidido libertar Spartan para capturar o maníaco. Sandra Bullock entra no filme devido a Lorry Petty ter recusado o papel dias antes do início das filmagens. Jesse Ventura e Rob Schneider também dão um ar da sua graça. É de realçar as pequenas piadas  referencias que vão surgindo no filme, desde a biblioteca presidencial Schwarzenegger, as referencias a filmes como 2001, Scarface, Rambo, Star Trek, Star Wars e a referencia a Jackie Chan. De Marco Brambilla, com Sylvester Stallone, Wesley Snipes, Sandra Bullock, Nigel Hawthorne, Benjamin Bratt, Bob Gunton, Glenn Shadix, Denis Leary, Grand L. Bush, Pat Skipper, Steve Kahan, Paul Bollen, Mark Colson, Andre Gregory e John Enos III.

Ouve lá, isto pode ser o futuro. Mas andar ai vestido numa mistura de papa com sofá é que não pode ser

Arranje um emprego como vendedor de pipocas para ver o filme no cinema

P.S. ; Cá vai mais uma malha para curtirem

Reblog this post [with Zemanta]
Anúncios
01
Dez
09

Monstro Sagrado: Wesley Snipes

Guardamos para o final do ano um monstro daqueles que até a minha tia-avó conhece, e atenção que a mesma tem Alzheimer. Eis então que temos o Sr. Wesley Snipes a fazer-nos companhia durante o mês de Dezembro. Snipes nasceu 31 de julho de 1962, em Orlando, o filho de Mariana, uma professora auxiliar e um pai engenheiro aeronáutico. A sua infância foi no Bronx, Nova Iorque. Estudou na Universidade Estadual de Nova York, em Purchase, antes de ser convidado a deixar o prestigioso Conservatório Acting no seu penúltimo ano. Snipes também estudou durante alguns anos no Southwest College, em Los Angeles. Com 26 anos Snipes foi descoberto por um agente durante a realização de uma competição. Fez sua estreia no cinema no filme Wildcats, com  Goldie Hawn. Em 1987, ele apareceu como rival de Michael Jackson, no videoclip de Martin Scorsese “Bad” (ele é visto apenas na versão longa do vídeoclip) e no filme Streets of Gold.

O desempenho de Snipes no vídeo da música “Bad” chamou a atenção do realizador Spike Lee. Snipes recusou um papel pequeno em “Do the Right Thing” de Lee  para participar como Willie Mays Hayes em “Major League”,  sendo que a partir deste filme começou uma série de sucessos de bilheteria de Snipes. Lee, mais tarde, conseguiu convencer Snipes a fazer do saxofonista Shadow Henderson em “Mo ‘Better Blues” e como líder no romance interracial “Jungle Fever“. Outro papel importante para Snipes foi Nino Brown, um poderoso barão da droga em “New Jack City“. Outro filme em que sua personagem era envolvido com drogas foi o filme sombrio “Sugar Hill“. Embora Snipes seja mais conhecido por seus papéis em filmes de acção como Passageiro 57, Demolition Man (com Sylvester Stallone), Money Train, U.S. Marshals (uma sequela de O Fugitivo) e Sol Nascente (com Sean Connery), ele também teve sucesso nas comédias como White Men Can’t Jump e Para Wong Foo Thanks for Everything, Julie Newmar onde fez de drag queen, juntamente com Patrick Swayze e John Leguizamo. Snipes também tem sido aclamado pela crítica por seus papéis em dramas como “The Waterdance”. 1998 marcou o maior êxito da carreira com o lançamento de Blade, que já arrecadou mais de 150 milhões de dólares em todo o mundo. O filme se transformou em uma bem-sucedida série. Ele também recebeu uma estrela na Calçada da Fama. A maioria de seus últimos filmes foram lançados diretamente em DVD. Seus mais recentes filmes são The Shooter (também conhecido como The Contractor), filmado na Bulgária e no Reino Unido, com Charles Dance, Lena Heady, Eliza Bennett, e Gallowwalker, previsto para ser lançado em 2009. Snipes foi originalmente escalado para jogar um dos quatro personagens principais do filme de Spike Lee guerra de 2008, Miracle at St. Anna, mas teve de deixar o filme devido aos seus problemas fiscais amplamente divulgado, e seu papel foi eventualmente a Derek Luke. Sendo que também teve  de recusar o papel de  Hale Ceasar em “The Expendables” devido a não poder deixar os Estados Unidos sem a aprovação do tribunal.

Na década de 1990, Snipes e seu irmão lançaram uma empresa de segurança chamada a Guarda Real de Amon-Ra, dedicada ao fornecimento de VIPs com seguranças treinados na aplicação da lei e de artes marciais. Em 2000, o negócio foi investigado por supostas ligações com um grupo chamado United Nuwaubian Nation of Moors. Em 2005, Snipes estava em negociações para lutar, num programa de TV com Joe Rogan, a estrela do Fear Factor, também cinto de jiu-jitsu castanho e comentarista do UFC. Snipes tem sido associada a um número de mulheres, incluindo Jada Pinkett Smith, Sanaa Lathan, Halle Berry e Jennifer Lopez. Ele foi casado duas vezes: primeiro, até April  Snipes de 1985-1990, com quem tem um filho, Jelani Asar Snipes, nascido em 1988. Jelani teve uma participação especial no filme  “Mo ‘Better Blues”. Em 2003, Snipes casou-se com a pintora Nakyung “Nikki” Park, que é a mãe dos seus quatro filhos:  Akhenaton Kihwa-Snipes T;  Iset Jua-Snipes T (nascido em 31 de julho de 2001); Alaafia Jeú-Snipes (T 26 de maio, 2004) e Alimayu Moa-Snipes T (nascido em 26 de março de 2007). Snipes converteu-se ao islamismo em 1978, mas posteriormente deixou o Islão em 1988. Sua religião atual é desconhecidas. Em 12 de outubro de 2006, Wesley Snipes, Eddie Ray Kahn e Douglas P. Rosile foram acusados de uma acusação de conspiração por fraude. O governo alegou que Snipes tentou obter reembolsos fiscais fraudulentos, utilizando uma teoria manifestante imposto chamado de argumento “861” essencialmente, um argumento de que a renda doméstica dos cidadãos e residentes E.U. não é tributável. A acusação disse que Snipes tinha usado contabilistas que já tinha um histórico de apresentação da declaração falsa para obter a restituição de pagamentos para seus clientes. Em 1 de fevereiro de 2008, Snipes foi absolvido na contagem de crime de conspiração de fraude para com o governo e sobre a acusação criminal de uma afirmação falsa com o governo. Ele, contudo, foi considerado culpado de três acusações de delito de ter deixado de declarar imposto de renda. Em 24 de abril de 2008, Snipes foi condenado a três anos de prisão por omissão intencional de declarar imposto de renda, Enquanto os advogados de defesa pediu clemência, os procuradores argumentaram que Snipes deverá ser um exemplo por causa de sua fama. Desde abril de 2009, Snipes permanece livre sob fiança para o trabalho, mesmo em viagem internacional, enquanto apela de sua condenação. Em 2005, Snipes processou a New Line Cinema  e David S. Goyer (diretor de Blade: Trinity), alegando que o estúdio não pagou o seu salário por inteiro, que foi intencionalmente cortado do elenco de decisões do processo de filmagem, apesar de ser um dos produtores, e que a sua personagem na tela foi reduzida em favor das outras estrelas, Ryan Reynolds e Jessica Biel.

Neste momento poderemos dizer que daqui a nada teremos Wesley em produções Asylum, que concerteza todos nos iremos ver com agrado.

Reblog this post [with Zemanta]



Setembro 2019
S T Q Q S S D
« Mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Useful Links

Anúncios