01
Nov
09

Monstro Sagrado: Sho Kosugi

sho kosugi with sword

Depois de uma reunião das altas esferas da direcção do SHV, ao mais alto estilo (não existem registos fotográficos, mas para terem uma ideia, assistam ao 5 minutos iniciais do vídeo A Sardinha, da Paraíso Filmes, para terem uma ideia como foi), num restaurante chinês, que fica localizado num local que nem nós sabemos bem onde fica, decidimos por unaminidade que o monstro sagrado deste mês seria Sho Kosugi.

Sho Kosugi, aka Shô Kosugi, tem 1,85 m e é um grande amigo da redacção, em virtude de provavelmente sermos os únicos em Portugal que assistimos aos filmes dele. Sho (Shõichi) nasceu a 17 de Junho de 1948, em Minato, arredores de Tóquio. Aos 5 anos e meio de idade começou a treinar a arte de bem arrear no pessoal com estilo (também conhecido como artes marciais), sendo que aos 18 anos já possuía, entre outros, o titulo de campeão de Karaté All-Japan. Aos 19 anos, decide arrumar a trouxa e partir à conquista do American Dream. Após 8 anos a fazer de duplo e de extra no cinema, consegue atingir o seu primeiro papel de relevo. Hoje em dia, é considerado o primeiro actor Nipônico a atingir o patamar de Superstar.

Durante os finais dos anos 70 e até finais dos 80, Sho entrou em várias produções, com o selo de qualidade Cannon, onde normalmente interpretava o papel de Ninja. Com papéis em filmes como Enter the Ninja (1981), Revenge of the Ninja (1982), Ninja III: The Domination (1983), Nine Deaths of the Ninja (1984), Pray for Death (1985), Rage of Honor (1986), Master Class (1985) e Ninja Theater (1986), Sho conseguiu obter sucesso internacional. Pat Rod, jornalista reconhecida do meio cinematógrafico, conta que em viagens que fez à Grécia e a Turquia, o povo perguntava-lhe se ela conhecia o Sho. Tentou no final dos anos 80, obter uma nova imagem, participando em filmes em que não fazia de ninja: Black Eagle (1987), do qual a redacção do SHV já falou,  Blind Fury (1988) e Journey of Honor: Shogun Mayeda (do qual também foi produtor em 1990), são alguns dos exemplos da tentativa de tirar o fato negro.

Afastado do cinema desde essa altura, Sho fundou em Hollywood o Sho Kosugi Institute (SKI), que tenta ajudar jovens promessas, tanto nas áreas das artes marciais, bem como nas arte da ginástica, dança, interpretação, musica e Taiko (são os tambores Japoneses). Participou, dando a contribuição para os movimentos e voz no jogo Tenchu e está para breve o seu regresso ao grande ecrã, com Ninja Assassin. De salientar, que por várias vezes os seus dois filhos, Shane e Kane Kosugi, participaram em várias das suas incursões cinematógraficas.

Reblog this post [with Zemanta]
Advertisements

2 Responses to “Monstro Sagrado: Sho Kosugi”


  1. 1 romulo reno
    Agosto 7, 2010 às 00:50

    graças a deus eu tenho bom gosto, na musica ,nas artes tambem na telinha do cinema, na minha adolecencia eu adimirava muito esses caras atores como esses jamais seraô esquecidos por fafor se for posivel vcs ,me presentiar com o devd do ninja 3 a dominaçao agradeço desde ja

  2. 2 romulo reno
    Agosto 7, 2010 às 00:52

    adolecencia eu adimirava muito esses caras atores como esses jamais seraô esquecidos por fafor se for posivel vcs ,me presentiar com o devd do ninja 3 a dominaçao agradeço desde ja


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Novembro 2009
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Useful Links


%d bloggers like this: