Arquivo de Outubro, 2009

31
Out
09

Trick ‘r Treat (2008)

Poison, Drowning, Claw, Or Knife. So Many Ways To Take A Life.

Sendo que hoje é noite de Halloween, não queremos deixar passar a ocasião de falar de um filme desta época festiva. Talvez um dos melhores, senão o melhor filme de terror norte-americano da ultima década. Trick ‘r Treat esteve quase três anos guardado pela Warner, sendo anunciado várias vezes o seu lançamento comercial. Foi lançado há pouco tempo e já se tornou um autentico êxito de bilheteira bem como da aclamação pelos críticos. Vencedor de vários festivais do género, o filme relata a história de quatro grupos de pessoas na noite de 31 de Outubro, tendo como cabeça de cartaz Anna Paquin e as histórias serem interligadas pela personagem que está no poster do filme. Misturando cenas de horror com pura beleza cinematógrafica, vale a pena ver e rever. Desde lobisomens ou lobismulheres, pagamento de dívidas antigas, partidas aos parvinhos da vizinhança ou até revolta contra os idiotas, preparem-se para mais um dia das bruxas. De Michael Dougherty, com Dylan Baker, Rochelle Aytes, Quinn Lord, Lauren Lee Smith, Moneca Delain, Tahmoh Penikett, Brett Kelly, Britt McKillip, Isabelle Deluce, Jean-Luc Bilodeau, Alberto Ghisi, Samm Todd, Anna Paquin, Brian Cox e Leslie Bibb.

P.S. Espero que Paranormal Activity também me surpreenda. Depois digo qualquer coisa.

Trick-R-Treat-movie-10

Oh mãe, na escola chamam-me cabeçudo? e eu queria bater-lhes mas eles fogem por ruas estreitas

uwe-boll-thumbs-up

Reblog this post [with Zemanta]
30
Out
09

Sidekicks (1992)

A dreamer and a champion. An unbeatable team...Until his hero stepped out of his fantasies to fight at his side.

Sidekicks não quer ser um My Name is Bruce ou até um JCVD, mas sim um estudo sobre o fascínio que Chuck Norris pode provocar. Chuck mexe com muita gente e continua a ser reconhecido mundialmente como umas das super-estrelas do cinema de acção. Barry é um puto, como muitos outros, com problemas. Tem asma, é gozado na escola pelos colegas e passa o dia inteiro a sonhar que ajuda Chuck Norris em todo o tipo de problemas em que se mete. Desde Missing In Action, passando Hitman, The Octagon e Delta Force, Barry sonha que é o companheiro fiel de Chuck em todas as suas aventuras. Uma das suas professoras, ao ver o interesse de Barry pelas artes marciais, convence este a ter aulas com o seu tio, Mr. Lee. Lee consegue moldar a figura de Barry, de um puto com problemas, para um rapaz confiante em si mesmo, ensinando-lhe as artes marciais. Após uma luta na escola, com um seu colega, Barry é incitado a participar num torneio de Karaté no Texas, onde a figura de destaque e convidado especial é Chuck. Como a equipa de Barry tem um elemento a menos, Lee e sua sobrinha convidam Chuck a fazer parte da sua equipa. De Aaron Norris, com Beau Bridges, Jonathan Brandis, Mako, Julia Nickson-Soul, Joe Piscopo, Danica McKellar, John Buchanan, Richard Moll, Gerrit Graham, Dennis Burkley, Chuck Norris, Dennis Letts, Christy Martin, David Born e Lawrence Joe.

Baterista de Gipsy Kings a entregar as Baguetes, após se descobrir que pertenca a familia rival

Baterista dos Gipsy Kings a entregar as baquetas, após se descobrir que pertence a família rival.

Vale a pena deixar de ver a bola e a caneca da cerveja a aquecer para ver isto


Reblog this post [with Zemanta]
29
Out
09

Cowboy Killer (2008)

You're in for a damn treat

You're in for a damn treat

A ratazana borracholas que vive ali atrás da garrafeira da redacção, apareceu aqui com este, digamos, projecto de filme. Digo projecto, porque provavelmente algum grande estúdio irá pegar nesta ideia e utilizar algum Bay ou Emmerich para fazer alguma super-mega-produção. Totalmente amador, Cowboy Killer é um fresco sobre um cowboy que, ao chegar a um pacato vilarejo, começa a afiambrar todos os que o contradizem. Retratando os seus problemas psicológicos, o filme, com uma certa dose de humor, mostra que embora um filme com aspecto rançoso, pode até ser agradável. De salientar a cena do cinema, com o pacato velho na fila de trás do nosso cowboy, com uma câmara, tipo TVI, a gravar pacientemente o filme que passava na tela e as piadas lançadas ao acaso, só sobre gado e cowboys, simplesmente hilariante. De Jason Baustin, com Paul Bailey, Rich Adams, Sylvia Beeken, Delvin Brooks, David Buckler, Jerett Burton, Jaymes Camery, Gene Campbell, Anthony Carlyle, Larry Clark, Jenny Corbett, Marcus Creig, Greg Crowe, Dani Dare, Alexandra Darke, Joseph D. Durbin, Gina Ensogna, Paul Fahrenkopf, Nama Findley, Bradley Foreman, Monique Gaw, Mary Jenkins, Kerry Kearns, Chris Kennedy, Katie Killen, James Thomas Martin, Coretta Montague, Paul Nalabandian, Kendra North, Amy Rawlings, Jessica Lynne Ross, Giorgi Sharmazanashvili, Adam K. Simmons, Jason R. Simmons, Ben Solenberger, John Solenberger III, Billie Spencer, Ashleigh Stam, Michael P. Strosnider, Ted Taylor, Jacqueline Turner e J.D. Wine.

Oh, com a breca, um convite para o I Rodeo Intergaláctico da Enxabarda-Boxinos

Oh, com a breca, um convite para o I Rodeo Intergaláctico da Enxabarda-Boxinos

Vale a pena deixar de ver a bola e a caneca da cerveja a aquecer para ver isto


Reblog this post [with Zemanta]
28
Out
09

The Education of Charlie Banks (2007)

Education_of_charlie_banks_ver2

Para provar que também somos eclécticos, e não só de pancadaria e monstros verdes cobertos de nhanha se constrói o repertório do SHV, trazemos hoje um drama que já por aí anda há algum tempo, e do qual tinha ouvido coisas boas. Estreado em 2007, no TriBeCa Film Festival em NY, esta surpreendente produção independente tem, atrás das câmeras, nada mais, nada menos, que Fred Durst. Sim, leram bem. O mesmo Fred Durst que há 8 anos atrás tinha uma carreira na música, decidiu enveredar agora pelo cinema. Já tinha visto o rapaz há uns anos atrás como evil henchman numa mini série chamada Revelations, com o Bill Pullman, e mais recentemente a fazer de barman num episódio do House, mas é aqui que realmente tem o baptismo a sério. Provavelmente muita gente nunca acreditaria nisto, mas se o Fred pegar em mais dois ou três projectos arrojados como este, bem, nem arrisco a fazer previsões até onde pode chegar. Pessoalmente eu colocaria menos luz no filme para dar um ambiente mais sombrio em algumas passagens, mais a par do que o personagem principal, Charlie Banks (Jesse Eisenberg) sente. A acção passa-se no início da década de 1980, com alguns flashbacks para a década anterior, e gira em torno de um par de amigos nova iorquinos que vão para a universidade e recebem uma inesperada visita de um outro amigo, que era o terror do bairro enquanto cresciam em Greenwich Village e recomeçam um processo de conhecimento, talvez nunca feito como deve ser, sendo que cada um deles vai aprender qualquer coisa de novo. Caso decidam ver o trailer em baixo, fiquem já avisados que é dos piores trailers que alguma vez vi para um filme, por inúmeras razões que nem vou mencionar. Digamos que  mais vale passarem logo ao fime. Conta ainda com Jason Ritter (filho do já desaparecido John), Chris Marquette, Eva Amurri, Sebastian Stan e Gloria Votsis.

Marante e um membro dos Diapasão apanhados em flagrante numa festa com uma roadie, durante a digressão Algarvia de 1980

Marante e um membro dos Diapasão, apanhados em flagrante com uma roadie, durante a digressão algarvia de 1980.

Rapte a filha do projeccionista para arranjar uma cópia pirata


Reblog this post [with Zemanta]
27
Out
09

The Librarian: The Curse of the Judas Chalice (2008)

377270_3

Adivinhem quem voltou? Flynn Carsen. O nosso bibliotecário preferido está de volta à acção em mais uma entrega das suas aventuras. Logo a abrir, dá cabo de mais um ícone dos nossos dias, Harry Potter, visto ser Flynn quem realmente encontra a pedra filosofal. Em virtude do trabalho que Flynn exerce, a sua namorada abandona-o e Flynn entrega-se à depressão. É então que em sonhos lhe aparece uma dama que o chama para ir até a terra do Mardi Gras. A premissa desta nova aventura é encontrar o cálice de Judas, feito com os 30 dinheiros que Judas recebeu por se ter bufado do outro. Pelo meio temos vampiros e ex-membros da KGB. Tudo para um serão, ou tarde, divertido. De Jonathan Frakes, com Noah Wyle, Bruce Davison, Stana Katic, Bob Newhart, Jane Curtin, Dikran Tulaine, Jason Douglas, Beth Burvant, Joe Knezevich, David Born, Joe Ross, John Curran, Connor Hill, Aimee Spring Fortier e Todd Voltz.

Ora cá esta o caneco que faltava ao Sporting. A taça da Sociedade de Campeonatos Perdidos

Ora cá esta o caneco que faltava ao Sporting. A taça da Sociedade de Campeonatos Perdidos

Vale a pena deixar de ver a bola e a caneca da cerveja a aquecer para ver isto


Reblog this post [with Zemanta]
26
Out
09

G. I. Joe: The Rise Of Cobra (2009)

When All Else Fails, They Don't

When All Else Fails, They Don't

Ok, estou sem palavras. Confesso que quando era gaiato, via a bonecada do G.I. Joe. Agora ver no grande ecrã, é uma coisa diferente. Desde que se inventaram os computadores, e estes mesmos se puseram ao serviço do cinema, temos visto coisas fantásticas, mas outras vezes ficamos envergonhados com o que assistimos. G.I. Joe: The Rise of Cobra usa e abusa de CGI, tornado-o um filme não tão credível quando poderia ser. O argumento, a meu ver, foi escrito em cima do joelho ou num rolo de papel higiénico. O que poderá salvar o convento é podermos ver o corpo de Sienna Miller em cabedal preto, mas talvez não seja suficiente para as 2 horas que o filme demora. De Stephen Sommers com Adewale Akinnuoye-Agbaje, Christopher Eccleston, Grégory Fitoussi, Joseph Gordon-Levitt, Leo Howard, Karolina Kurkova, Byung-hun Lee, Sienna Miller, David Murray, Rachel Nichols, Kevin J. O’Connor, Gerald Okamura, Ray Park, Jonathan Pryce e Dennis Quaid

Directamente do filme ninjas das caldas, para a terceira corrida dos Boxinos, Chibanga

Directamente do filme Ninja das Caldas, para a terceira corrida dos Boxinos, Chibanga

uwe-boll-finger-thumb-476x470


Reblog this post [with Zemanta]
25
Out
09

The Tournament (2009)

Every Ten Years The World's Greatest Assassins Gather ... Only One Will Survive

Every Ten Years The World's Greatest Assassins Gather ... Only One Will Survive

Provavelmente estaremos perante um objecto de culto para aqueles que procuram adrenalina na 7ª Arte. The Tournament é um filme que vive da adrenalina provocada pelas personagens que nele habitam. O filme conta-nos que os maiores assassinos do mundo são reunidos, para entre eles, e só como eles o sabem fazer, se escolher qual é o melhor na profissão. Preparem-se para ver em ecrã grandes cenas de combate, de perseguição e de tiroteio. A premissa que origina o filme é simples e quase que poderia cair num espectáculo medíocre, tipo video game, mas utilizando o força que certos actores põem nas suas personagens, até se torna um bom filme, dentro do género. De Scott Mann com Ian Somerhalder, Robert Carlyle, Kelly Hu, Ving Rhames, Scott Adkins, Liam Cunningham, Rachel Grant, John Lynch, Craig Conway, Andy Nyman, Sebastien Foucan, Bashar Rahal, Iddo Goldberg, Siso Kamburov, Nick Rowntree, J.J. Perry, Camilla Power, Kristina Pavlova, Thomas Craig, Velizar Binev, Bill Fellows, Kitodar Todorov, Harry Anichkin, John Warburton, Chris Kenyon, Rob Kenyon e Oliver Jones.

Ok, Ok. Eu arranjo-te um papel para a Missão Impossivel 5 3/4

Ok, Ok. Eu arranjo-te um papel para a Missão Impossivel 5 3/4

Vale a pena deixar de ver a bola e a caneca da cerveja a aquecer para ver isto


Reblog this post [with Zemanta]
24
Out
09

Wrong Turn 3: Left for Dead (2009)

What You Don't See Will Kill You

What You Don't See Will Kill You

Aqui está mais uma entrega dos famigerados habitantes da floresta mais sangrenta do cinema. Numa produção mais fresca do que uma alface acabada de regar, chega-nos às mãos, e para quem tiver coragem, aos olhos Wrong Turn 3. A premissa agora é um autocarro cheio de bandidos, que iriam fazer as avós dos nossos leitores corarem, que é apanhado, aquando de uma transferência de prisioneiros entre prisões (a meu ver para fazerem uma futebolada), pelo nosso amigo freak que gosta de carne humana mal passada. Tenham em atenção que, embora a ralé seja do piorio, todos vão cair perante os amigos da morcela humana. Com um final daqueles que nos vai deixar a pensar, penso que poderemos ter aqui material para papar um pacote de pipocas XS. De Declan O´Brien, com Louise Cliffe, Emma Clifford, Jack Gordon, Borislav Iliev, Todd Jensen, Mac McDonald, Vlado Mihaylov, Bill Moody, Charley Speed, Mike Straub e Petko Zhivkov.

E agora no Karaoke dos Boxinos, Paquito a imitar Tarzan Boy de Baltimora

E agora no Karaoke dos Boxinos, Paquito a imitar Tarzan Boy de Baltimora

Mais vale ver o programa do Goucha



Reblog this post [with Zemanta]
23
Out
09

Shark! (1969)

samuel fuller_shark

Esta release da Troma, do filme de Samuel Fuller, traz-nos um Burt Reynolds em início de carreira, no papel de Caine, um traficante de armas que se vê preso num porto no Nordeste do Sudão, sem dinheiro nem meios de sair de lá. Com a ajuda de uma criança que fuma charutos cubanos (Carlos Barry) e de um médico alcoólico (Arthur Kennedy), consegue que um par de “cientistas” o contratem como ajudante numa investigação no Mar Vermelho, que se revela uma caça ao tesouro. A acção passa-se, portanto, em localizações exóticas da costa sudanesa, intercalada com as peripécias na pensão do anafado Latalla (Manuel Alvarado), onde Caine está alojado. O filme ficou conhecido não por ser bom, ou até muito mau, mas porque no início aparece uma legenda dedicando o filme aos duplos que arriscaram a vida em águas infestadas de tubarões ao longo das filmagens. Esta dedicatória não vem por acaso. Aparentemente, um dos duplos morreu mesmo nas filmagens quando foi atacado por um tubarão que, supostamente, estaria sedado. Samuel Fuller, que já vinho tendo algumas desavenças com a produção do filme, ao saber que queriam usar as filmagens da morte do duplo, Fuller acabou por sair da produção do filme. A versão final que foi lançada, acabou por sofrer bastante da ausência de Fuller durante a edição. Segundo Fuller, esta foi totalmente arruinada e o realizador exigiu mesmo que o nome dele fosse retirado do filme, ao que a produção disse “Vai pó *******!” ou qualquer coisa parecida, ao jeito do que aconteceu em Corrupção. Conta ainda com Barry Sullivan e Silvia Pinal, como a dupla da caçadores de tesouros, Carlos Beriochoa como o velhote que está sempre a fumar na pensão de Latalla e Enrique Lucero, no papel de Inspector da polícia local.

Oh Burt, gira lá essa pinga pra cá, que talvez com os copos o filme seja melhor...

Oh Burt, gira lá essa pinga pra cá, que talvez com os copos o filme seja melhor...

Mais vale ver o programa do Goucha

Reblog this post [with Zemanta]
22
Out
09

Mysterious Island (1961)

MysteriousIsland

The Mysterious Island é um dos meus filmes favoritos com efeitos visuais de Ray Harryhausen. Esta adaptação de um livro de Júlio Verne tem um bocado de tudo, incluindo uma gaja de mini-saia no século XIX. A história para quem não conhece gira em torno da fuga de um grupo de prisioneiros da União, durante a guerra civil americana, de um campo de prisioneiros em Richmond, Virginia. A espetacular fuga da prisão, é conseguida com o roubo de um balão que os soldados da Confederação usavam para observação. Graças a uma tempestade enorme, o balão é levado para Oeste através dos Estados Unidos até aterrar perto de uma ilha perdida no Oceano Pacífico. Esta ilha vai estar recheada de surpresas animadas por Harryhausen, que juntamente com uma dinâmica de Lost vs The Others consegue criar um clássico filme de aventuras, que nos cola ao ecrã até ao último minuto. Realizado por Cy Endfeld, com Michael Gray, Michael Callan, Gary Merrill, Dan Jackson, Percy Herbert, Joan Greenwood, Beth Rogan e Herbert Lom.

Típico rodeo à moda dos Boxinos, com uma galinha amestrada. Segue-se o encerramento das festas com o espetacular fogo preso de Páscoa e Cia Lda.

Típico rodeo à moda dos Boxinos, com uma galinha amestrada. Segue-se o encerramento das festas com o espetacular fogo preso de Páscoa e Cia Lda.

uwe-boll-thumbs-up

Reblog this post [with Zemanta]



Useful Links