01
Maio
09

Monstro Sagrado: Lou Diamond Phillips

loudiamondphillipsLou Diamond Phillips, ou simplesmente LDP, é um actor americano, que no entanto tem ascendente filipino, espanhol, britânico, havaiano, chinês, japonês e cherokee, numa mistura explosiva que lhe dar um ar que serve para fazer todo o tipo de papéis. Ficou conhecido na década de 80 com os sucessos La Bamba (1987), Stand and Deliver (1988) com o qual recebeu um Independent Spirit Award para melhor actor secundário e ainda uma nomeação para um Globo de Ouro. La Bamba aliás confunde-se com Lou “Crazy” Diamond, e é o mais conhecido filme dele, sem qualquer dúvida. Lou entrou também em grandes sucessos de Hollywood como por exemplo Young Guns (1988) e Young Guns II (1990) e Courage Under Fire (1996), mas é na divisão mais baixa em termos orçamentais que Lou dá cartas com sucessos como Bats (1999), Route 666 (2001), Red Water (2003) e o velhinho Interface (1984). Mas não só pelo cinema este homem se fica. Faz valer-lhe o curso de Drama que tirou na prestigiada Universidade do Texas em Austin e protagonizou algumas peças na Broadway, mais notavelmente The King and I, pela qual foi nomeado para o Tony para melhor actor em 1996, e ganhou o Theatre World Award e  o New York Outer Critics Circle Award for Outstanding Broadway Debut of an Actor.

O multifacetado Lou aventurou-se ainda na realização com dois filmes em 1994: Sioux City e Dangerous Touch que pouco sucesso fizeram. Sem desistir Lou regressa agora com um novo projecto feito para o canal Hallmark, esse poço sem fundo de grandes produções, com Love Takes Wing, que realiza e protagoniza, aproveitando ainda para meter a famelga toda no filme, (3ª mulher e as filhas).

De notar ainda um momento importante na carreira do senhor La Bamba, em 2001, quando contracenou novamente com o seu amigo das cóboiadas Kiefer Sutherland, na primeira temporada de 24, iniciando uma vigorosa dinastia de monstros sagrados na série que ainda hoje dura. Lou Diamond Phillips é de facto um actor que se multiplica em inúmeros papéis, seja o xerife da pequena cidade, seja o agente secreto ou o índio a cavalo. Está em todas as frentes e é um verdadeiro homem das artes merecendo daqui da redacção um grande bem-haja que nós cá esperamos as próximas bombas dele.

Reblog this post [with Zemanta]
Anúncios

0 Responses to “Monstro Sagrado: Lou Diamond Phillips”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Useful Links


%d bloggers like this: